A balada mais interessante da minha vida

Foto retirada da galeria de Be_There no Flickr

Eram 18:00h e la estava eu no The Baggot Inn, conforme combinado pela internet com um grupo de brasileiros leitores do blog E-dublin. Dei uma andada pelo bar a procura de Eduardo, pois ele era o unico que eu ja tinha visto foto, mas nao o encontrei. Tambem nao vi ninguem falando portugues. O jeito foi pedir uma pint de Guinness pra dar tempo de alguem chegar e ver se dessa vez eu gostava da cerveja mais famosa da Irlanda. A noite estava dando pinta de que nao ia ser das melhores.

La pelas 18:40h chegou um cristao brasileiro. Ufa! Era Rafael, o paraibano que conheci quando desembarquei em Dublin. Por sorte ele conhecia tambem de foto, Brid, a irlandesa que respode por um site daqui da Irlanda, e que pagaria a conta devido a uma parceria existente entre o site ao qual ela trabalha e o e-dublin. A mesa que ela estava tinha gente de um bocado de canto do mundo: espanha, EUA, Irlanda, etc. Brasileiros mesmo so eu e rafael. Conversamos (tentamos) bastante com os caras, fizemos algumas amizades interessantes, troquei alguns cartoes de visita, e tomamos varias pints. Eu ja estava bastante satisfeito. Podia ir pra casa de sorriso largo. Mas la pelas tantas da noite (20:30h), chegaram um brasileiro e um hungaro, alem de Eduardo do E-dublin. Mas a noite ali ja estava dando pinta de “ate a proxima”. Eis que o brasileiro convidou eu e Rafael para conhecer uma salsa. E fomos.

De cara, fiquei impressionado com o lugar da balada. A parada parecia um castelo e era enorme. De fato, o que se tocava e dancava era salsa. Nao tinha muita gente e os casais eram um show a parte. Passei umas duas horas so admirando os dancarinos. Tempo suficiente para a casa lotar (irlandeses, espanhois, hungaros, poloneses, brasileiros, angolanos, americanos, argentinos, bolivianos, portugueses, chineses) e as musicas comecarem a variar. Logo depois da salsa tocou forro! Isso mesmo, velho, forro! Tocava forro, mas todos continuavam a dancar salsa (kkkkkkkkkk). Depois hip hop (os negao e as negona distruiram). Rock. Salsa. Eletronic music. Salsa. E o tchan. Eu falei: e o tchan. E olha a musica do tchan que tocou. Mais salsa. Samba. Nesse momento uma roda gigante se formou e um negrao comecou a dancar kuduro. Um espanhol comecou a rebolar e sambar. Um irlandes e um americano dancaram capoeira. Dois gordoes japas ficaram se rocando no chao. Nunca fui a um lugar tao ecletico e multicultural na vida. Muito louco!!! Morri de rir, galera. Experiencia inesquecivel.

Curiosidade 1: na pia do banheiro tem agua quente e fria. Se vc preferir agua fria, muito bem, sua mao acabou de virar uma pedra de gelo. Caso voce prefira a agua quente, tudo bem tambem, mas pode dar adeus a sua pele.

Curiosidade 2: em muitas baladas aqui voce nao paga pra entrar. Apenas o que consumir. E nao tem exigencia de consumo. Entretanto, eles increncam com sua roupa, com a cor to tennis, etc.

Curiosidade 3: as baladas aqui nao passam de 03 da manha.

Curiosidade 4: eu conheci o cao. Ele e chines, magro, bangelo, gay, usa cinto de espinhos, tem um cabelo assanhado e danca parecendo uma salamandra. =)

See you!

12 Comentários

Arquivado em Viagem

12 Respostas para “A balada mais interessante da minha vida

  1. hahaha engracado ver as “novidades” sobre as baladas, pois é… .vai preparando que vai ser sempre assim🙂

  2. Zé, deixa de ser burro. As duas torneiras servem pra tu temperar a água na temperatura que ficar ideal pra tu. Vai que vai e aproveita, matuto!😀

  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Delicadaaaaaaa!!!

  4. Carol

    ei boneco de fralda, tu sabia que eu sei dançar kuduro? Né não, Ivis? Eu me garanto no gingado kudurense. beijos pra tu.

  5. Fibinha

    Carambaaaaaaaaaaaaaaaaa… Salsa, forró, samba… Inacreditável… imaginos eles dançando, deve ser incrível mesmo, e vc mostrou seu rebolado????? Isso também seria inesquecível… PRA ELES… AMO…bjaummmmmmmm

  6. Na na ni na não. Ainda estou me ambientando, né fibinha? rsrsrs Bjão

  7. adeilton

    eu imaginei que vc iria fechar com o seu exclusivo show gay para tornar as coisas bem mais eclética. rsrs.

  8. Noelle Araújo

    Viajei imaginando a balada, com direito a É o Tchan e tudo…rssss!!!

    E vou me lembrar de algumas das curiosidades! As torneiras me deixaram confusa! Enfim…o que se faz?!! rsss!

    E o carinha de cinto espetado.. no coments!

  9. Mima

    Qual é o nome dessa balada que toca salsa, forró e etc?

  10. Kellen

    Cara,estou rindo sem parar e imaginando como foi essa sua experiencia agora a parte melhor foi “Dois gordoes japas ficaram se rocando no chao” kkkkkkkkkk .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s